Publicada em: 03/09/2015 10:59

Primeira-dama do Amazonas visita Laboratório de Robótica da UEA

A primeira-dama do Amazonas, Edilene Gomes de Oliveira, visitou, na tarde desta quarta-feira, 2 de setembro, o Núcleo de Robótica e Automação da Escola Superior de Tecnologia (Graest), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Edilene Gomes de Oliveira foi recebida pelo reitor, Cleinaldo Costa, e também pelo vice-reitor, Mario Bessa. O objetivo da visita foi conhecer projetos na área Tecnologia Assistiva, que tem como foco a melhoria da qualidade de vida de pessoas com deficiência.

Edilene Gomes de Oliveira conheceu o projeto "Giullia ¿A mão que fala". O projeto consiste em sintetizar a Língua de Sinais em frases e palavras sonorizadas. Através de um sensor instalado próximo ao cotovelo, surdos podem melhorar sua capacidade de comunicação.

"Temos um grande potencial tecnológico que pode garantir acessibilidade e melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência auditiva. Com esse projeto, a comunicação entre pessoas surdas e ouvintes vai ficar muito mais fácil", ressaltou Edilene.

O sensor capta os sinais biológicos dos músculos do antebraço e da mão e os transmite, via Bluetooth, para um aparelho celular, que sintetiza os sinais em voz. Giullia é uma homenagem a uma jovem, já falecida, que, logo ao nascer, teve suas atividades cerebrais prejudicas em virtude de uma bactéria adquirida ainda na maternidade.

De acordo com a primeira-dama, no próximo mês de outubro, 100 equipamentos serão distribuídos para pessoas surdas. No primeiro semestre de 2016, serão distribuídos mais 400 aparelhos no Amazonas.

"Não devemos esquecer que o maior valor agregado que a tecnologia pode dar é quando ela beneficia diretamente as pessoas, principalmente as que estão em restrições físicas", destacou o reitor da UEA, Cleinaldo Costa.

Também participaram da visita o diretor da Empresa de Processamento de Dados do Amazonas S/A (Prodam), Márcio Lira, o professor da UEA, Manuel Cardoso e coordenador do Núcleo de Robótica da UEA, Marivan Gomes.

Fotos: Joel Arthus

ITENS ASSOCIADOS