Publicada em: 03/09/2015 15:26

Provas do 'Idiomas Sem Fronteiras' serão aplicadas pela UEA

A partir deste mês, o programa brasileiro 'Idiomas Sem Fronteiras' passa a contar com a participação da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Com isso, a UEA passará a ser Centro Aplicador dos testes de nivelamento em língua inglesa Toefl - ITP. Poderão submeter-se às avaliações apenas alunos de graduação, mestrado e doutorado da própria instituição. O anuncio foi feito, na manhã desta quinta-feira (3), pelo reitor Cleinaldo Costa.

"O nosso foco é criar novas oportunidades e inserir nossos alunos nesse contexto de oportunidades fora do país, para fortalecer pesquisas e pós-graduação e desenvolvimento científico da UEA. A internacionalização é um dos objetivos dessa gestão e por isso estamos buscando parceiras com universidades estrangeiras", ressaltou o Reitor

Para iniciar a fase de aplicações de testes aos alunos da UEA, cerca de 400 provas serão realizadas no Amazonas. Não haverá nenhum custo para os alunos. Os exames são financiados pelo governo federal e pela própria UEA que fica responsável pelos custos de administração e aplicação das provas.

Os primeiros 400 testes serão aplicados em Manaus, Tefé, Itacoatiara, Tabatinga e Parintins. A expectativa é que em 2016 mais mil testes sejam realizadosno Amazonas.

"O objetivo do projeto reflete um dos papéis da Universidade, que é formar profissionais qualificados com domínio na língua inglesa e promover ainserção dos alunos da UEA no mercado de trabalho. É um grande passo para o processo de internacionalização dos acadêmicos", disse a coordenadora do projeto na UEA, Vanúbia Araújo.

IDIOMAS SEM FRONTEIRAS

Desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC) por intermédio da Secretaria de Educação Superior (SESu) em conjunto com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o Programa Idiomas sem Fronteiras (IsF) tem como principal objetivo incentivar o aprendizado de línguas, além de propiciar uma mudança abrangente e estruturante no ensino de idiomas estrangeiros nas universidades do País.

Fotos: Joelma Sanmelo

ITENS ASSOCIADOS