Publicada em: 08/09/2015 15:40

Prêmio Brasil Sorridente - CFO divulga os municípios vencedores por categoria

A Comissão de Políticas Públicas de Saúde do CFO divulgou, nesta sexta-feira (4), os cinco primeiros municípios classificados, por categoria, ao Prêmio Brasil Sorridente do Conselho Federal de Odontologia (CFO). Vinte estados e o Distrito Federal participaram do prêmio, criado pelos Conselhos Federal e Regionais de Odontologia, concedido pelo CFO aos municípios brasileiros que se destacam na implantação e efetivação das políticas públicas locais de saúde bucal. ¿É com grande satisfação que completamos 10 anos de Prêmio beneficiando inteiramente a população, tanto pela divulgação das melhores práticas em saúde bucal realizada pelos municípios, como pela entrega de um consultório odontológico para o município ganhador do 1º lugar. Com tudo isso, o cidadão brasileiro é quem ganha e o CFO cumpre sua missão institucional em prol da sociedade neste ano recorde de participações das cidades. Parabéns aos municípios vencedores, às cidades que participaram e, principalmente, parabéns ao cidadão brasileiro que ganha mais políticas públicas em sua cidade¿, afirma o presidente do CFO, Ailton Morilhas.

A iniciativa tem o objetivo de incentivar ações de saúde bucal voltadas à população. Por isso, contempla cidades que se destacam na realização de práticas odontológicas bem-sucedidas. Na reunião da indicação estavam presentes o presidente da Comissão, Marco Manfredini, e os membros Anselmo Calixto, Gabriela Gaspar, José Cláudio Pereira e Waldeyde Santos.

Entre os municípios com até 50 mil habitantes, o primeiro lugar foi para a cidade de Ibiporã, no Paraná. Em segundo, São Gonçalo do Amarante, Ceará; e em terceiro, Pederneiras, do estado de São Paulo. O quarto e quinto lugares, respectivamente, foram para São Gonçalo do Sapucaí, em Minas Gerais; e Porto Real, no Rio de Janeiro.

Na categoria de municípios com mais de 50 mil até 300 mil habitantes, venceu Rezende, no Rio de Janeiro. Varginha, em Minas Gerais, e Chapecó, em Santa Catarina, ficaram em segundo e terceiro lugares respectivamente. Horizonte, no Ceará, conquistou o quarto e Primavera do Leste, o quinto.

Na disputa por cidades acima de 300 mil habitantes, a capital do Amazonas, Manaus, foi a vencedora. São Bernardo do Campo, município do Grande ABC paulista, ficou na segunda posição. A terceira colocada foi Vitória, no Espírito Santo, seguida de Florianópolis, em quarto. Curitiba ocupou a quinta classificação.

A primeira colocada de cada categoria na etapa nacional receberá um equipamento para consultório odontológico com o patrocínio da empresa de equipamentos Dabi Atlante e um percentual de kits de higiene bucal para a população, da parceira Colgate-Palmolive.

Esta edição do Prêmio foi considerada também vitoriosa, uma vez que contou com maior participação de municípios. Das 210 participações nos estados, 24 foram indicados a integrar a etapa nacional, nas três categorias.

De norte a sul do país, a população dos municípios será a grande vencedora e beneficiada com políticas públicas em prol de seus cidadãos. O presidente da Comissão de Políticas Públicas de Saúde / Prêmio Brasil Sorridente, Marco Manfredini, destaca que ¿em 2015, o Prêmio Brasil Sorridente consegue uma implantação nacional efetiva, com a participação de 20 Estados e do Distrito Federal. Termos 210 municípios concorrendo e 48 selecionados é fruto do empenho do Sistema Conselhos e dos parceiros deste Prêmio¿.

Comunicação do CFO

ITENS ASSOCIADOS