Publicada em: 09/10/2019 09:21

UEA apresenta proposta de reformulação do DIMPE

Nessa terça-feira (08) ocorreu na Reitoria da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) a reunião de apresentação de um novo modelo de reformulação do Distrito Industrial de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte "Ozias Monteiro Rodrigues" (DIMPE). A proposta foi apresentada pelo professor da UEA, Sálvio Rizzato.

A UEA está terminando o último desenho para o novo modelo de gestão do antigo DIMPE para transformá-lo num centro de Biotecnologia e Bioeconomia, modernizando-o e fazendo uma parceria entre a Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS). A Universidade atuará em cooperação técnica na questão do ensino e da pesquisa.

O DIMPE existe há mais de 18 anos, mas por falta de um plano adequado não conseguiu ser o modelo de negócio ideal. Atualmente, a UEA traz várias oportunidades de investimentos, pesquisas e de desenvolvimento para um novo modelo e atuará além da pesquisa, com capacitação das pessoas. Já os empresários permitirão que os alunos possam aprender na prática e colaborar com o governo.

O professor da UEA Sálvio Rizzato observa o fato de que mais de 80% dos empregos no Brasil são gerados por micro e pequenas empresas, e que o governo deve apoiar isso para continuar gerando emprego e renda no país. "Estamos todos contribuindo para alavancar o modelo de negócios que é fundamental para o empreendedorismo das pequenas e micro indústrias do Amazonas e que pode ser modelo replicável para outras cidades, fazendo a economia girar, gerando mais postos de trabalho", salienta o professor.

O vice-reitor da UEA, professor Cleto Leal, observa que a proposta dá uma nova dimensão no ambiente e uma outra perspectiva de crescimento, ocupação, oportunidades e desenvolvimento de negócios para outros setores como a Bioeconomia. "O nosso interesse, especificamente, é na questão da educação, tendo uma oportunidade dentro do processo de gestão administrativa", comentou o professor Cleto.

As próximas reuniões serão de caráter executivo, ou seja, partir para as ações, definindo o papel da ADS, da Universidade e de outras associações com um acompanhamento, informando ao gabinete, a Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM) e ao vice-governador para que possa haver uma gestão eficiente e inicial para o DIMPE, que agora passa a se chamar Centro de Inovação e Desenvolvimento Empreendedor da Pequena Indústria "Ozias Monteiro" (CIDEPI).

Texto: Emilie Guimarães e Guilherme Oliveira/ASCOM UEA
Foto: Joelma Sanmelo/ASCOM UEA

ITENS ASSOCIADOS