Publicada em: 08/10/2019 13:28

Projeto Práticas Leitoras da UEA realiza encontro em Itacoatiara

O projeto 'Práticas Leitoras: Formação e Ação para Mediadores de Leitura' reuniu diversos leitores no último sábado (5), no Centro de Estudos Superiores de Itacoatiara (CESIT/UEA). O público, formado por estudantes, professores da rede municipal e estadual, ONGs locais, estudantes da Computação e da Engenharia Florestal e bibliotecários, ao mesmo tempo em que estudam sobre como ser um mediador de leitura, pesquisam e constroem dispositivos que fomentem a leitura em seus diversos contextos e forma de ser e estar no mundo.

No encontro, cada participante compartilhou experiências valiosas em termos formativos sobre como aprenderam a ler e quem os educou quanto ao gosto pela leitura. Em suas histórias, estiveram presentes aqueles que foram marcantes mediadores de leitura como mães, avós, tias, a escola com professores que incentivavam a ler, por exemplo, por meio de artefatos comuns da vida cotidiana, as ensinando a ler entre as linhas e entrelinhas da vida de quem vive nos interiores do Amazonas.

Esse é um dos pontos investigados pelas coordenadoras do projeto, Elisângela Oliveira e Fátima Souza, que buscam encontrar as raízes pelas quais os leitores do Norte se envolveram com a leitura. Elas acreditam que só assim, conscientes dessa paixão pelo ato de ler, os mediadores poderão encantar novos leitores em diferentes suportes, fortalecidos pela liberdade que o mundo ficcional proporciona para "reparar" o real.

Sobre o Projeto

O Projeto de extensão - Práticas Leitoras: Formação e Ação para Mediadores de Leitura da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da Universidade do Estado do Amazonas (PROEX/UEA) visa integrar grupos multidisciplinares para promover a leitura, o livro e a literatura como direito de todos os cidadãos sem discriminação, seja por meio de contos orais de histórias à leitura digital, proporcionando a troca de experiências e saberes por meio de encontros quinzenais no período de setembro de 2019 a março de 2020.

O projeto é direcionado a jovens em formação acadêmica, alunos do ensino básico, professores, bibliotecários, escritores, artistas, gestores e demais membros da sociedade civil, com o intuito de sistematizar práticas de leitura desenvolvidas em espaços formais e não formais nos municípios, mapear bibliotecas comunitárias, escolares e públicas existentes na cidade, incentivar a criação de novos espaços de leitura, fomentar atividades leitoras diversas como clubes de leitura e feiras de leitura e promover formação continuada para agentes de leitura.

Para saber mais sobre o projeto, acompanhe pelo site nos links abaixo:

Texto por: Emilie Guimarães/ASCOM UEA
Fotos: Arquivo pessoal

ITENS ASSOCIADOS