Publicada em: 23/11/2020 15:26

Atividades formativas em empreendedorismo são ofertadas para estudantes da UEA

O STEM, termo em inglês para agrupar as disciplinas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (Science, Technology, Engeneering and Mathmatics), é um projeto de capacitação e formação profissional que tem por objetivo oferecer ações, atividades, cursos e programas visando à utilização de metodologias de aprendizagem que potencializem a formação de excelência de engenheiros aptos a atender as demandas existentes nas empresas que fazem parte do Polo Industrial de Manaus (PIM) e protagonizar a implementação de novos negócios.

"Esse projeto, além de qualificar melhor as nossas Engenharias, vai rever currículos, aprofundar a qualificação dos nossos estudantes, sobretudo no ciclo básico, além de fazer o papel de levar conhecimento, atrair e introduzir noções novas de robótica, automação e Internet das Coisas para alunos dos ensinos fundamental e médio", disse o coordenador do projeto Academia STEM, professor Jucimar Maia da Silva Jr.

Jucimar revela também que as capacitações oferecidas pelo STEM começaram em grande estilo com um curso de empreendedorismo, com uma média de 170 alunos. "Empreendedorismo Digital é um modelo econômico viável e uma alternativa bastante interessante para o Amazonas", finalizou.

Para o Reitor da UEA, Cleinaldo de Almeida Costa, não há como pensar em Engenharias sem esses diálogos, nem pensar negócios na Amazônia sem as Engenharias. Significa um momento de maturidade da Universidade, de ampliação de parcerias interinstitucionais nacionais e internacionais", concluiu, agradecendo à Samsung, que é financiadora do projeto, e ao Instituto Federal do Amazonas (IFAM) e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) pela parceira.

O professor doutor em Engenharia de Produção pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, José Renato Sátiro Junior, ministrou o curso de Gestão de Projeto e Canvas para duas turmas de 80 estudantes dos cursos de Engenharia envolvidos no Projeto.

"Tem sido uma alegria única ministrar aulas para alunos do primeiro ano dos cursos de Engenharia da Escola Superior de Tecnologia - EST, principalmente por conta da forma interessada e participativa com que esses estudantes têm se apresentado. É notório constatar a sede por conhecimento destes alunos que não têm perdido a oportunidade de opinar e questionar sobre cada um dos temas abordados", reitera.

Segundo ele, a presença tem sido maciça e a permanência ao longo de todo o tempo de duração da aula é algo que deve ser destacado.

ITENS ASSOCIADOS