Publicada em: 09/12/2020 09:05

Grupo de Pesquisa da UEA lança álbum digital de iconografias urbanas

O Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão Intercidade da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) lançou, na última sexta-feira (04/11) o livro gratuito "Álbum Digital do Iconografias Urbanas", cuja finalidade é mapear elementos visuais presentes nas principais vias de oito municípios da Região Metropolitana de Manaus: Careiro, Iranduba, Itacoatiara, Manacapuru, Manaus, Novo Airão, Presidente Figueiredo e Rio Preto da Eva.

Os elementos visuais presentes no Álbum são, entre outros, as fachadas dos prédios, placas, sinalização, detalhes das ruas, tudo o que estivesse presente nessas vias por onde o Grupo percorreu. Em virtude da Pandemia de Covid-19, que impôs o distanciamento social e a paralização de atividades acadêmicas presenciais, as visitas aos municípios de Novo Airão, Presidente Figueiredo e Itacoatiara ainda não foram realizadas. Por conta disso, o projeto foi estendido até 2021.

Como acontece?

A metodologia usada para composição do projeto se dá da seguinte forma: o Intercidade elege a rua principal de cada cidade a partir da recorrência de equipamentos urbanos (escolas, bancos, comércio, estabelecimentos institucionais) e pelo fluxo de pessoas. Para Manaus foram escolhidas as avenidas Grande Circular e Sete de Setembro, a qual funcionou como base para coleta desses elementos, posteriormente identificados, classificados e analisados.

Foi construído um instrumental, intitulado como Vocabulário Normativo de pesquisa composto por fichas de catalogação, que foram agrupadas nas categorias: dimensão humana, comunicação visual, construções, percurso, elementos naturais, meios de transporte, monumentos. Em seguida, foram feitas as descrições das imagens com palavras-chave, chamadas de descritivos. Esse instrumental chamamos de e está especificado e detalhado no Álbum Digital.

A professora do Curso de Letras da Escola Normal Superior (ENS/UEA), Evany Nascimento, é também coordenadora do Intercidade, acredita que a pesquisa possa contribuir para novos estudos sobre a cidade, que compreende pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento, por se tratar de uma pesquisa interdisciplinar, especialmente nas áreas de: design, letras, artes, arquitetura, geografia, em diferentes níveis acadêmicos. "Também acreditamos que o trabalho pode ser amplamente utilizado por professores dessas mesmas áreas, destes e de outros municípios, como conteúdo para a sala de aula, na perspectiva das cidades educadoras, do olhar de descoberta sobre o entorno, para além dos muros da escola", enfatiza a professora.

Evany destaca ainda que o grupo espera que novas pesquisas sejam desenvolvidas e mais materiais possam ser produzidos a partir da metodologia construída, e que chegue aos professores como recurso didático para a sala de aula, além de alcançar os grupos de pesquisa sobre cidade no Amazonas e em outros lugares do Brasil.

O livro está disponível no link abaixo.

ITENS ASSOCIADOS