Publicada em: 16/02/2021 13:08

Atendimento médico e psicológico gratuito: saiba como a UEA pode ajudar durante a pandemia

Uma equipe multidisciplinar formada por médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, farmacêuticos, odontólogos, biólogos e residentes de Enfermagem está à disposição da população para auxiliar no enfrentamento e no tratamento da Covid-19 por meio de atendimento médico e psicológico que está sendo oferecido, de forma virtual e totalmente gratuito. A iniciativa é da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) e grupo Samel.

Pela plataforma do Chatbot da UEA disponível pelo link http://chatbot.saude.am.gov.br, a população em geral terá acesso ao atendimento médico para casos relacionados à Covid-19. O atendimento psicológico para profissionais de saúde do Amazonas também acontece pelo mesmo link. Já o atendimento psicológico para o público em geral, incluindo profissionais da imprensa e profissionais do ramo cemiterial e funerário, está sendo realizado pelo link epsicouea.wixsite.com/saudemental.

Outro serviço disponibilizado pela UEA é a supervisão clínica gratuita para psicólogos que atendem pessoas com demandas relacionadas à Covid-19 e um grupo de ajuda mútua para que profissionais da linha de frente possam compartilhar entre si condutas adequadas, manejos técnicos e estratégias exitosas de redução de estresse decorrente do trabalho. Esse serviço pode ser acessado pelo link linktr.ee/nosdalinhadefrente.

O sistema está funcionando de segunda a sexta-feira e, também aos fins de semana e feriados, das 7h às 23h.

Chatbot

Nesta nova etapa, é possível que os profissionais de saúde prescrevam os esquemas terapêuticos e exames, além de encaminhar para outros atendimentos médicos. O Chatbot aplica respostas automáticas, mas também possibilita a interação imediata com a equipe multidisciplinar que faz a primeira triagem pelo serviço de telemensagem WhatsApp Web.
A coordenação do projeto enfatiza que através dessa plataforma e do atendimento mais humanizado, é possível conversar diretamente, visualizar o paciente e fazer uma melhor avaliação clínica no momento do atendimento. Vale destacar que todas as dúvidas são esclarecidas com informações confiáveis e de qualidade feitas por especialistas.

"Além de diminuir a demanda nos dispositivos de saúde públicos e privados, o Chatbot diminui a exposição dos pacientes aos riscos de novas contaminações, tendo em vista que estamos em um momento de aumento de casos de síndromes respiratórias agudas graves. Então quando o usuário usa o app para uma avaliação ele está preservando a saúde e a vida dele. Todos os nossos profissionais estão aptos para atender a população de forma confiável", disse a professora Adriany Pimentão.

Atendimentos em 2020

Lançado no dia 1º de abril de 2020, o Chatbot realizou 92.477 atendimentos de pessoas com sinais e sintomas de Covid-19 e teve, entre os usuários, nota de satisfação 4,8 - em uma escala que vai até 5. Por meio da consulta os médicos conseguiam identificar os casos leves e assim fornecer orientações para os cuidados em domicílio. Nos casos de pacientes com sintomas mais fortes, o paciente era orientado a procurar uma unidade de saúde.

Texto: Gerson Freitas/ASCOM UEA

ITENS ASSOCIADOS