Publicada em: 18/02/2021 08:22

Academia STEM promove live sobre comunicação virtual no mundo corporativo

O 'Grandes Temas' desta quarta-feira (17), promovido pela Academia STEM, projeto da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) em parceria com a Samsung, teve como convidada, nesta semana, a fonoaudióloga Cristiana Lykouropoulos, que abordou o tema 'Comunicação; o Virtual no Mundo Corporativo'. Tendo como anfitrião o professor José Renato Sátiro Santiago, a transmissão iniciou por volta das 19h, no perfil do Instagram da Academia STEM (@acadstem), e reuniu bolsistas do projeto, alunos dos cursos de Engenharia da UEA e de Unidades do Interior como Itacoatiara e Parintins.

"Falar de comunicação virtual, que é algo que agora vem 'bombando' com muita força a partir do distanciamento social, torna-se um desafio no mundo corporativo. É muito diferente se comunicar pessoalmente, fazer uma reunião presencial e fazer uma reunião virtual, manter a conexão da equipe. Embora o meio virtual coloque a gente transpondo as barreiras, ao mesmo tempo ela cria um distanciamento de uma série de aspectos que envolvem a efetividade da comunicação e pode comprometer o desempenho das equipes", aponta Cristiana Lykouropoulos.

Mestre em Educação, gestora e supervisora institucional nas áreas de comunicação e saúde mental, ela acredita que não se pode ficar paralisado diante do desafio que é "continuar a vida apesar do distanciamento". "A Engenharia é um curso basicamente de Exatas, onde as questões de Humanas são um pouco mais distantes. Então, trazer essa humanidade necessária no processo de comunicação é um aprendizado valioso. Não só para o momento atual, mas como uma qualificação do engenheiro, que vai fazer o segmento de equipes, segmento de gestão, vai fazer a condução de projetos. Ter habilidades no campo da comunicação vai contribuir para o sucesso profissional", destaca a especialista.

Para ela, a proposta de lives como a do 'Grandes Temas' tem como objetivo maior dar um direcionamento para essas habilidades e melhorar aquilo que a sociedade foi obrigada a desenvolver a curto prazo. Além disso, para ela, a comunicação envolve aspectos pré-linguísticos e outras habilidades linguísticas, não sendo restrita somente a fala, mas também a interpretação gestual, um olhar, postura corporal e expressão fácil, sendo esses pontos que apontam se aquela comunicação está sendo efetiva para o outro.

"Tenho um prejuízo disso na comunicação virtual. Essa é uma desvantagem, pois tenho muito menos feedback interacional, principalmente porque a gente tende a fazer o exercício do controle que a comunicação virtual nos dá, que é desligar o vídeo. Assistir a aula sem a imagem não vai dar o feedback para o professor, por exemplo, modular o que ele está falando a partir do que ele percebe".

Para o professor José Renato, mesmo com o retorno das atividades presenciais em um futuro próximo, ele acredita que não será a mesma coisa, e que essa conexão via vídeo será para sempre. Porém, ele salienta que se 'expor' no vídeo pode ajudar na capacitação dos alunos.

"Vamos imaginar que se em uma reunião virtual eu desligo a câmera, em uma reunião presencial seria o equivalente a eu fechar os olhos. Qual a imagem que eu passo quando fecho os olhos no meio de uma reunião na minha empresa? É o mesmo efeito quando desligo a câmera. Então, preciso desse olhar para que eu possa ir modulando minha conversa e percebendo o efeito do outro. Porque a comunicação não é sobre o que eu digo, é sobre o que você entende. Este é o desafio da comunicação, de que você entenda aquilo que eu quero dizer", ressalta Cristiana.

A fonoaudióloga avalia que manter o foco é muito mais desafiante no campo virtual e muito mais desgastante, pois é preciso de um tempo mais curto de comunicação para que não se entre em um desgaste ou exaustão e é preciso ser mais objetivo na mensagem. Sobre as reuniões corporativas, a especialista faz um alerta: "A comunicação virtual no campo corporativo é um momento formal. Precisamos preparar o cenário, o local onde a minha presença vai ser transmitida. Se eu tiver uma postura largada, se eu passar uma expressão de desinteressado, isso é o que meu interlocutor está captando", fala.

Entre as dicas para uma comunicação virtual profissional de sucesso, Cristiana indica o uso de fones de ouvido, pois preserva o profissional de ruídos externos; avisar a quem estiver assistindo que deixará a câmera desligada pois está em um ambienta onde há uma grande movimentação ¿ quando for o caso, e que nenhuma reunião ultrapasse o período de 1 hora e meia, pois fica exaustiva.

O projeto Academia STEM é financiado com recursos oriundos da Lei n. 8.387/1991, estando sua publicidade em consonância com o Art. 48 do Decreto n. 6.008/2006.

ITENS ASSOCIADOS