Publicada em: 12/04/2021 13:01

CEST/UEA forma 28 alunos do curso de Licenciatura em Letras

Ao iniciar a programação de colações de grau virtuais, a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), por meio do Centro de Estudos Superiores de Tefé (CEST/UEA), realizou a outorga de grau virtual de 28 alunos do curso de Licenciatura em Letras. A cerimônia ocorreu nesta segunda-feira (12), às 10h, através da plataforma Google Meet e foi transmitida no canal da UEA no YouTube.

A oradora do curso, Ísis de Souza da Mata, relembra os altos e baixos encontrados no decorrer do curso, mas que, apesar disso, desistir nunca foi uma opção. "É com muita alegria no coração que eu digo: até aqui, o Senhor nos ajudou. Qual caminho que leve à conquista não tem sequer uma pedra? Todos têm pedras, espinhos e obstáculos, mas o importante é seguir em frente. A nossa turma foi e sempre será, não apenas um grupo de formandos, mas guerreiros profissionais, qualificados para cumprir a missão que esta sociedade tanto precisa. Nesse momento, finalizamos mais uma etapa em nossas vidas, certos de que a caminhada não termina aqui", celebra a formanda.

O paraninfo do curso de Licenciatura em Letras, professor Manuel Domingos de Oliveira, diz sentir-se feliz por a turma tê-lo escolhido para discursar em um dia tão significativo para os alunos, mas alega que a maior felicidade que sente, é por ter participado da vivência acadêmica dos formandos. "Temos uma missão na Universidade, que é a troca de experiências no campo da extensão, ensino e pesquisa. O conhecimento é mais importante que a força, e nesse momento, é satisfatório participamos desse processo de formação", afirma o professor, que orienta aos alunos a buscarem, sempre, o crescimento pessoal e profissional.

Por fim, o vice-reitor da UEA, professor Cleto Cavalcante Leal, destacou como a Universidade tem buscado se adaptar ao cenário de pandemia imposta pela Covid-19. "Estamos há mais de um lutando conta a pandemia, e a UEA tem colaborado no apoio ao combate ao coronavírus. As nossas atividades foram, consequentemente, impactadas, mas isso não nos impediu de seguir. Agora, pelo juramento que fizeram, vocês têm o compromisso com a educação e desenvolvimento do estado. A Universidade se compromete a levar o desenvolvimento a todo o estado, e vocês serão os agentes dessa transformação", frisou Cleto. O professor ainda reforça: para que a transformação seja social política e econômica, precisa-se de educação.

ITENS ASSOCIADOS