Publicada em: 26/08/2021 17:20

PAIC entrega premiações aos estudantes de saúde da UEA

A mostra do Programa de Apoio à Iniciação Científica (PAIC), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), entregou nesta quinta-feira (26), medalhas de honra ao mérito ao reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Cleinado de Almeida Costa e premiações para os universitários dos cursos de saúde de diversas instituições de ensino. O evento de apresentação de trabalhos científicos, premiações e lançamento de publicação do programa, aconteceu no auditório do Hospital Adriano Jorge, localizado na Zona Sul de Manaus, na manhã desta quinta-feira, 26.

O PAIC tem por objetivo estimular acadêmicos de graduação de nível superior dos cursos de saúde a desenvolver pesquisas, preparando os acadêmicos para o caminho da pós-graduação, contribuindo com a ciência.

O Reitor da UEA, ressalta a importância do envolvimento acadêmico na pesquisa cientifica. "O estudante que busca conhecimento técnico cientifico se torna um futuro profissional qualificado na área da saúde, ainda mais nesse momento que o mundo está vivendo. As pessoas precisam de gente que tenha base, não apenas prática, mas teórica, demonstrando senso de responsabilidade de fazer saúde de forma cientifica, não empírica. Esse contato íntimo com assistência no hospital, nas unidades de saúde, é muito importante", disse Cleinado de Almeida Costa.

O diretor de ensino e pesquisa da Fundação Hospital Adriano Jorge, Sidney Chalub, disse que a pesquisa tornou-se fundamental em decorrência da pandemia causada pela Covid-19. "A pesquisa científica foi uma arma muito forte diante das adversidades enfrentadas pelo mundo. Temos acesso a informação 24 horas por meio das redes sociais, muitas vezes distorcidas, mas a pesquisa é o que nos dá o guia, um caminho. Se hoje podemos estar em segurança, reunidos, é por causa de pesquisadores que se dedicam a melhorar essas pesquisas", declara o médico.

A finalista do curso de medicina da UEA, Janaína dos Santos, conquistou o segundo lugar de destaque pelo projeto com o tema "A importância do conhecimento dos anestesiologistas sobre o novo processo intraoperatório". "O valor de participar de algo tão grande como o PAIC só me fez ter certeza de que ainda quero seguir na linha da pesquisa, contribuir muito mais com a sociedade. Estou entrando no internado e todo conhecimento adquirido na teoria, vou colocar em prática. Agora, estou no meu segundo projeto que vai envolver o preparo dos estudantes na questão do tratamento da saúde mental da população" finaliza a acadêmica.

ITENS ASSOCIADOS